Os animais

O centro de revalidação e de reconforto abriga permanentemente 150 animais, quer dizer 150 vezes um animal que conheceu a tortura e que dela escapou

Além de cães, gatos, coelhos, nos salvamos um cavalo de 4 anos que estava destinado ao matadouro, pois ele não era «muito mais veloz para a corrida». Ele viveu até 28 anos.

Pavões, pombos, papagaios, tartarugas, gansos, cães e gatos se dão bem juntos. Tivemos também um porquinho, Cocotte, adotado com a idade de um mês. Cocotte não sofreu o regime de engorda que sofrem os seus milhões de irmãos e irmãs. Quando ele ganhava pão, cucas ou outros bolos, ele tinha um fraco pelo chocolate. Cocotte viveu até os 13 anos, cercado por galinhas provenientes de criações industriais. Essas galinhas, nascidas em estufas, nunca tinham conhecido o sol, a grama, os grãos , somente o regime das prisões. Chegaram magras, sem plumas, com os bicos cortados, como vocês poderão ver nas fotos presentes em nosso àlbum.

Para grande surpresa dos gansos, tres galinhas da angola decidiram morar no prado. Mas que pàssaros esquisitos ! Devem ter pensado os gansos, habituados a ver chegar galinhas e galos selvagens.

Recentemente chegou um caranguejo que caminhava pela calçada. e que um de nossos membros pegou e nos trouxe : ele se chama Sophie.